Casando em Junho…

Pretendendo se casar em Junho? Veja as várias questões que envolvem este mês!

O mês de Junho pode deixar os noivos preocupados, e com razão, o clima frio que se inicia pode trazer muitas dúvidas. Será que os convidados irão comparecer? O clima vai deixar as madrinhas confusas quanto a suas vestimentas? Que cores usar em um clima frio na decoração?

Meu conselho inicial é: CONTRATE UM CERIMONIAL, pois muitas das questões que você irá levantar, este profissional já terá mil sugestões e soluções. Então vou falar aqui de algumas questões que eu percebi com o passar dos anos sobre casamentos em Junho que refletem diretamente no resultado da fotografia.

A maior vantagem que identifiquei nos meus anos de fotografia é a festa, o frio permite que as pessoas permaneçam por mais tempo se divertindo, dançar é uma necessidade do corpo no inverno, com a bebida certa (vinhos, licores, etc.), todos saltarão de suas cadeiras, e no inverno podem ser servidas comidas mais “pesadas” (ao contrário do verão), com a ambientação correta (aquecimento e iluminação), a celebração após a cerimônia é quem ganha mais com o inverno, e as fotografias se tornam mais espontâneas.

Outra questão que paira sobre Junho é o fator financeiro, por ser um período em que a procura pelos casamentos se reduz, alguns fornecedores podem ser mais maleáveis em seus valores, mas cuidados devem ser previstos, outros custos podem surgir, como dito antes é um período de frio, a chuva pode obrigar o casal a investir em tendas ou aquecedores, e as flores estão mais escassas nesta época do ano, então veja estes detalhes já como algo a se somar no seu planejamento desde o início, não arrisque contar em investir em uma tenda “apenas se necessário”, pois contratar algo assim no último momento pode custar até o dobro do normal, ou mais. Algo também que não pode ser ignorado é o transporte, verifique como são as estradas para sua cerimônia e festa durante o inverno, conheça rotas alternativas e informe os convidados pelas redes socais dias antes, em caso de chuva forte. Já em outras áreas a finança pode ajudar nesta época, a contratação de músicos, da filmagem, vídeo, espaços, doces, cerimonialistas entre outros, a procura menor de casamentos em algumas regiões possibilitam ao casal mais profissionais de qualidade possivelmente livres, e mais propensos a formas de pagamentos mais interessantes.

Na fotografia e filmagem, a atenção à iluminação é vital, em particular se a cerimônia estiver planejada para ocorrer em local aberto, pois no inverno a luz do dia dura menos tempo e fica tarde bem mais cedo, então planeje a iluminação levando em conta o horário em que ocorrerá a cerimônia.

Uma vantagem masculina do frio: Os homens “sofrem” menos com seus ternos e paletós.

Contudo a vantagem mais interessante de se casar em Junho é o clima mais romântico, muitos costumam ver no mês dos namorados a época certa para se unir, e muitos pontos turísticos nesta época do ano oferecem destinos repletos de romance. Cidades como Campos do Jordão em São Paulo, Teresópolis ou Visconde de Mauá no Rio de Janeiro, Monte Verde ou Gonçalves em Minas Gerais, Beto Gonçalves ou Canela no Rio grande do Sul, entre outras, são destinos perfeitos para sua Lua de Mel. Para muitos o mês de Junho é o mês do amor, e sendo assim é um mês perfeito para celebrar sua união.

Roberto Hunger- Fotografia de casamento: Com escritório sediado em Pouso Alegre (Minas Gerais), atuo como fotógrafo especializado em casamentos na região do Sul de Minas e demais estados vizinhos. Faça contato e solicite um orçamento de fotografia para seu evento. Rua Cel. José Inácio, 108 – apt: 201- (35) 8444-4635, Centro- Pouso Alegre.Villa 459, casamento em pouso alegre no Villa, aconteceu no Villa, 450